SP – Segundo final de semana de ensaios técnicos em São Paulo – 19/01/2020

0
429

 

Dando prosseguimento aos ensaios técnicos no Anhembi, com vistas ao carnaval deste ano, na noite deste domingo, 19 de janeiro, quatro agremiações paulistas ensaiaram na pista de desfile do Anhembi iniciando as 18:00 horas.

A primeira a ensaiar foi a Amizade Zona Leste, que no carnaval de 2020 vai trazer o enredo “Cinco Divas Extraordinárias no Altar do Samba do Amizade”do carnavalesco Ednei Mariano.

A agremiação veio para esse ensaio técnico com pequeno contingente de desfilantes, tendo seu ensaio iniciado ainda com o céu claro na capital paulista e muito poucas pessoas nas arquibancadas do Anhembi.

Já no início do desfile o presidente da agremiação, em seu grito de guerra, conclamou os integrantes da escola a cantarem com força o samba da escola.

A comissão de frente mostrou-se bem entrosada e realizou uma coreografia vibrante e de força, reverenciando e apresentando a escola sempre que o samba mencionava o nome da agremiação.

Logo em seguida da comissão de frente veio a ala de baianas em branco nas suas vestimentas.

Seguido das baianas veio o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira vestindo indumentária vermelha, com gestos elegantes e respeitosos para apresentar o pavilhão da escola. Três casais adultos e um infantil ensaiaram com o Amizade nesta oportunidade.

Na seqüência ala de ciganas, com vestimentas multicoloridas.

A bateria mostrou segurança na sustentação do canto e da dança, com muita tranqüilidade entrou e saiu do recuo.

Destaque para uma ala com cadeirantes, com número bastante expressivo de integrantes.

No carnaval de 2020 o Amizade vai desfilar no grupo de acesso 2, sendo a quarta escola a desfilar na segunda-feira de carnaval.

O samba de enredo da escola é de autoria de Fabiano Moreno, Thiago Minas, Fritz Bomani, Nelson Valentim, Neuber André e Fábio Bassani.

 

“…É FORÇA É RAÇA MULHERES GUERREIRAS
DE NEGRITUDE TÃO VERDADEIRA
A LUTA DA MULHER SE FORTALECE
NO ALTAR DA AMIZADE ZONA LESTE
…”

(Amizade Zona Leste 2020)

 

Na sequência entrou na pista de desfile a Leandro de Itaquera, em seu segundo ensaio técnico, já que no dia onze deste mês já havia ensaiado no Anhembi. A agremiação apresentará o tema de enredo “Das Savanas Africanas às Savanas de Itaquera… – Sou África! Berço do Mundo. Leões de uma força abençoada!” do carnavalesco Amarildo de Mello.

A agremiação vai desfilar no grupo de acesso, sendo a quarta escola a desfilar no domingo de carnaval, dia 23 de fevereiro.

No grito de guerra o presidente cobrou garra e empolgação dos desfilantes. Excelente contingente de desfilantes se fez presente neste ensaio da Leandro de Itaquera.

A comissão de frente com elementos masculinos e femininos mostrou sincronismo na execução da coreografia.

Em seguida a comissão de frente a escola trouxe um pequeno elemento alegórico, com uma integrante em cima executando dança afro.

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira com boa performance, foi seguido pela ala de baianas, nas cores branco, amarelo e vermelho. Mais de quatro casais de mestre-sala e porta-bandeira participaram do ensaio da Leandro, além de um casal infantil.

As alas coreografadas mostraram bom entrosamento e execução da dança afro com sincronismo e garra, além do samba estar na “ponta língua” de todos.

A corte da escola e da bateria estava a frente dos ritmistas, com desenvoltura e muito samba no pé. A entrada e a saída bateria do recuo foram realizadas com muita segurança pelos ritmistas da escola.

Ala de passistas com muito samba no pé e elegância. A ala infantil veio muito animada, além de uma ala com cadeirantes.

 

“…O meu branco é de paz
Meu vermelho é paixão
Vem de Itaquera a força do Leão
Firma o batuque que a festa é africana
Savana, ê Savana!
…”

(Leandro de Itaquera 2020)

 

Os compositores do samba da Leandro são Dom Junior, Fabiano Melodia, Formiga e Rafael Pinah.

Em seguida veio a Rosas de Ouro, escola sediada na freguesia do Ó e que apresentará o enredo “Tempos Modernos” do carnavalesco André Machado.

A escola da Presidente Angelina Basílio vai ser a 7ª. escola a desfilar no sábado de carnaval, como grupo especial paulista.

A Presidente da roseira Angelina Basílio, em seu grito de guerra, pediu aos componentes para aproveitarem muito o ensaio e cantar muito o samba.

Royce do Cavaco e os demais integrantes do carro da som da Rosas de Ouro levaram o samba com muita competência e maestria.

A comissão de frente veio caracterizada como Charles Chaplin com rosas vermelhas nas mãos, no início da apresentação, veio saudando o público presente no Anhembi.

Em seguida à comissão de frente um casal de porta-bandeira e mestre-sala com fantasia dourada apresentava o pavilhão do enredo 2020 da roseira, seguidos de uma ala coreografada.

A eterna porta-bandeira Sueli, acompanhou o bailado do primeiro casal da Rosas de Ouro, casal este fantasiado com a roupa do carnaval passado, bailando com muita elegância e postura.

A soberana da bateria, sucessora de Ellen Roche no posto, ricamente fantasiada, mostrou muito samba no pé e elegância.

A entrada e saída da bateria do recuo foram muito tranquilas e bem executadas, tendo os integrantes da bateria executado uma coreografia na pista de desfile e dentro do espaço do recuo.

A tradicional ala de Baianas da agremiação veio com toda a sua força, em tons de rosa e amarelo nas suas saias rodadas.

Caminhões demarcaram os espaços das alegorias que a escola vai apresentar em seu desfile oficial.

A ala da velha guarda fez-se presente ao ensaio, com porta-estandarte à frente do grupo de baluartes da roseira.

Alas coreografadas demonstrando estarem muito bem ensaiadas para o grande dia.

A ala de passistas foi um destaque deste ensaio, muito bem vestida em tom de azul e coreografada.

Ala com cadeirantes e portadores de necessidades especiais também foi um destaque da escola, pela organização da mesma e quantidade de integrantes, tendo a sua frente uma porta-estandarte.

Foi destaque uma ala cujos componentes estavam em cima de um equipamento com rodas, que lhes permitia uma movimentação bastante ágil, seguidos de mais um casal de porta-bandeira e mestre-sala luxuosamente fantasiados.

 

“…Eu sei que o tempo voa, e vai voar

Eterna como a rosa, assim será

A nossa relação, não importa a geração

Renascerá…”

(Rosas de Ouro 2020)

 

E finalizando os ensaios desse domingo, a vez foi da Gaviões da Fiel ocupar o Anhembi, agremiação que será a terceira a desfilar no sábado de carnaval.

Para este carnaval a escola trará o enredo “Um não sei quê, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê…” dos carnavalescos Paulo Barros e Paulo Menezes.

O ensaio da escola iniciou com muita gente nas arquibancadas do Anhembi.

Sabrina Satto, das figuras mais esperadas pelo grande público, esteve a frente dos ritmistas com fantasia nas cores da escola.

O samba da Gaviões é de autoria de Rafael Falanga, Luciano Rosa, Biro-Biro, Portugal e William Tadeu.

 

“…Vai arrepiar… abra o seu coração
Vem se apaixonar, explodir de emoção
Um sentimento que arrasta multidões
Canta Gaviões…”

(Gaviões da Fiel 2020)

 

Comissão de frente com integrantes masculinos e femininos em igual número, seguidos de um elemento alegórico de grandes proporções coberto de preto, seguido pelo casal de porta-bandeira e mestre-sala e ala de baianas com saias douradas.

Velha guarda da Gaviões muito empolgada no ensaio, sendo anunciada por uma porta-estandarte.

Alas coreografadas muito entrosadas e bem ensaiadas.

Elementos alegóricos com casais no seu topo foram um diferencial.

Os tradicionais sinalizadores não faltaram no ensaio da Gaviões, cobrindo Anhembi de muita fumaça, prejudicando um pouco a visão geral do desfile.

Ala com casais de porta-bandeiras e mestre-salas destacou-se no contingente da escola.

Bateria deixou o recuo bem antes de passar a última ala da agremiação, com uma batida forte e bastante vibrante.

Enormes bandeiras encerraram esse primeiro ensaio da Gaviões, com ótimo público nas arquibancadas.

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui