SP – Segundo final de semana de ensaios técnicos em São Paulo – 18/01/2020

0
191

 

Dando seguimento aos ensaios técnicos no Anhembi, com vistas ao carnaval deste ano, na noite do sábado, 18 de janeiro, cinco escolas de samba ocuparam a pista de desfile desde as 18:00 horas.

A primeira a ensaiar foi a Camisa 12, que no próximo carnaval de São Paulo vai exibir o tema de enredo “O Pão nosso de cada dia nos dai hoje!”do carnavalesco Delmo Moraes.

O céu de São Paulo ainda estava claro quando a escola adentrou a pista de desfile do Anhembi. Comissão de frente com integrantes masculinos e femininos.

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira com roupas pretas extremamente sincronizados e elegantes na apresentação do pavilhão da escola. Logo em seguida baianas em branco, mostrando estarem muito dispostas a fazerem bonito no dia do concurso oficial.

A Bateria entrou no recuo de forma organizada.

Alas coreografadas mostrando ótimo entrosamento entre seus componentes na execução dos passos ensaiados.

Três casais de porta-bandeira e mestre-sala ensaiaram com a escola, ensaio este que contou com pouca gente nas arquibancadas do Anhembi.

No próximo carnaval a Camisa 12 vai desfilar no grupo de acesso 2, sendo a quinta agremiação a desfilar no dia 24 de fevereiro.

O samba de enredo da escola é de autoria de Dudu Nobre, Thompson Monteiro, Anderson Beson, Mestre Wallan e Cia.

“…Camisa 12

Samba é meu ganha pão

Quero mais honestidade

É o clamor desta nação…”

(Camisa 12 2020)

 

Em seguida foi a vez da Unidos do Peruche ensaiar, agremiação que para 2020 trará o enredo “ Ubuntu – Por um Mundo Novo” do carnavalesco Amaury Santos.

A comissão de frente da Peruche trouxe crianças em meio a coreografia apresentada.

Logo a seguir a comissão de frente uma faixa com a inscrição “JUNTOS PODEMOS !!!”.

Primeiro casal de porta-bandeira e mestre-sala com roupa em tecido imitando pele de tigre.

Ala infantil com bom número de integrantes em três fileiras.

Bateria com batida ritmada e forte, entrou no recuo segura em sua evolução.

Baianas em degradê de azul, branco e amarelo.

Desfilante do grupo de acesso 2, a Peruche vai ser a oitava escola a desfilar na segunda-feira, dia 24 de fevereiro.

 

“…Eu tenho um sonho

Todos abraçados na avenida

Sem ter vaidade, sem ferida

O que vale mesmo é amar…”

(Unidos do Peruche 2020)

 

Os compositores do samba da Peruche são Sr. Carlão da Peruche, Paulinho Sorriso, Juliano Panelo, Douglas Chocolate, Léo Reis, Tio Do, Tiago de Xangô, Celsinho Mody, Arnaldo Luz e Marcio Zanata.com a interpretação do intérpretes Leandro Alegria e Léo Reis.

Na sequência veio a Camisa Verde e Branco, escola da Barra Funda, que realizou seu segundo ensaio técnico desta temporada e que apresentará o enredo em homenagem ao músico Carlinhos Brown do carnavalesco Cláudio Cavalcante (Cebola).

A escola iniciou este ensaio com ótima quantidade de pessoas nas arquibancadas do Anhembi.

Comissão de frente com passos de dança afro, seguida do primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira ladeados por guardiões.

Baianas em verde e dourado com rosas brancas nas mãos das mães baianas.

Ala de chocalhos, em frente da bateria, destacada do restante dos integrantes, com vestimentas diferentes.

A escola vai desfilar no grupo de acesso do carnaval paulista, quando será a 7ª. escola a desfilar no domingo, dia 23 de fevereiro.

 

“…Eu vou cantar no trio, eu vou

Espalhando axé pela cidade

Aplausos ao tribalista da canção

Nos palcos da vida a consagração

Carlinhos Brown é verde e branco

No trevo do meu coração…”

(Camisa Verde e Branco 2020)

 

Dando prosseguimento veio a Nenê de Vila Matilde, que vai desfilar no grupo de acesso, sendo a 2ª. escola a desfilar no domingo de carnaval.

Para este próximo carnaval a escola trará o enredo “O Presente da Deusa e o Brinde da Águia” do carnavalesco Zilkson Reis.

Comissão de frente com a predominância de figuras femininas.

Logo em seguida ala coreografada demonstrando estar bem ensaiada.

Na seqüência primeiro casal de mestre–sala e porta-bandeira, seguidos da ala de baianas, com saias com estampa floral, mostrando muita energia e canto forte.

Rainha da bateria a frente dos ritmistas da Nenê, muito elegante e com samba no pé, com fantasia dourada e um adereço de mão.

Ala de passistas executando coreografia. De destacar a grande presença de crianças no ensaio da escola.

Ótimo público acompanhou o ensaio da Nenê.

O samba da Nenê é de autoria de Adauto Alves, Dadô Poeta, China, Akash, Samuel Bussunda e Márcio Pessi.

 

“…Sou águia guerreira, sou samba

Verdadeiro reduto de bambas

O Largo do Peixe é minha raiz

Um brinde aos meus, aqui sou feliz…”

(Nenê de Vila Matilde 2020)

 

Encerrando essa noite pisou na pista do Anhembi a multicampeã Vai – Vai, que trará para 2020 o tema de enredo “Vai-Vai de Corpo & Álamo”, sob a responsabilidade do carnavalesco Chico Spinosa.

A agremiação quer festejar seus 90 anos de fundação e será a oitava escola a desfilar no grupo de acesso do carnaval paulista.

No carnaval passado a escola ficou muito mal colocada e por isso foi para o grupo de acesso.

Já no início do ensaio da escola o carnavalesco Chico Spinosa declarou seu amor à agremiação. Ótimo público lotou as arquibancadas do Anhembi para assistir a multicampeã Vai-Vai.

A frente da escola um pequeno elemento alegórico trazia o símbolo da escola nas cores preto e branco.

Comissão de frente em seguida e depois já vinha a ala de baianas nas cores da agremiação.

O primeira casal de porta-bandeira e mestre-sala da agremiação, Pingo e Paulinha, apresentaram-se primorosamente fantasiados, sempre com muita elegância e emoção ao apresentar o pavilhão da escola.

Componentes de alas muito animados, cumprindo seu papel com empolgação e garra para defender o samba da escola.

O samba da escola é de autoria de Afonsinho BV, Ronaldinho, Koke, Damatta, Dani Almeida e KZ.

 

“…O MEU BIXIGA É ENCANTO E MAGIA
SHOW DE MELODIAS QUE PAIRAM NO AR
VAI–VAI TRAZ NO PEITO AS SUAS ESTRELAS
E VAI TE EMOCIONAR…”

(Vai-Vai 2020)

 

A bateria, com sua batida inconfundível entrou perfeitamente no recuo destinado. A saída do recuo aconteceu antes do final do contingente de desfilantes da agremiação.

Foram observadas alas somente de homens, assim como somente com componentes femininos.

A Vai-Vai demonstrou que vem forte para alcançar seu grande objetivo neste carnaval, que é voltar a elite do carnaval paulista.

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui