SP – No carnaval de 2010 a Rosas de Ouro encheu o Anhembi com aroma de chocolate

0
156

 

A tradicional Sociedade Rosas de Ouro, sete vezes campeã do carnaval de São Paulo, subiu ao ponto mais alto do pódio pela última vez no carnaval de 2010, ocasião onde apresentou o enredo “Cacau: um grão precioso que virou chocolate, e sem dúvida se transformou no melhor presente”, desfile este organizado pelo carnavalesco Jorge Freitas, profissional que esteve na agremiação por um total de oito carnavais.

CARNAVAL - SÃO PAULO (SP) - 20.02.2010 - GERAL CARNAVAL 20… | Flickr
Rosas de Ouro – Carnaval de 2010

Com este enredo abordando dentre outras coisas a transformação do cacau em chocolate, a escola sediada na Freguesia do Ó envolveu-se em algumas polêmicas, mas no final tudo valeu a pena, visto que já faziam quinze anos desde o último campeonato alcançado pela agremiação paulista.

Com este enredo, a escola obteve patrocínio da empresa Cacau Show para poder fazer um grande desfile, onde deveria destacar o cacau e o chocolate, comentando-se nos bastidores da festa que este patrocínio teria chegado ao valor de dois milhões de reais.

Já desde a sinopse apresentada pela escola e mediante o desfile apresentado na pista do Anhembi a agremiação narrou a história do fruto a partir de mil anos antes de Cristo e seus usos até ganhar o mundo. Na prática e na hora de explicá-la em uma única palavra, a apresentação foi entendida mesmo como uma homenagem ao produto final.

Depois de escolhida a obra que iria embalar o desfile, samba de autoria dos compositores Armênio Poesia, Aquiles Da Vila, Chanel, Maurício Paiva, Marquinhos Boldrini e Fred Vianna, começaram os comentários de que a letra do samba tinha um verso que poderia ser entendido como um merchandising, com um quase direto “o cacau é show”, sendo que merchandising é proibido nos desfiles paulistas.

 

Por esta razão, faltando poucos dias para o Carnaval daquele ano de 2010, título do enredo e letra do samba acabaram sofrendo mudanças. Dessa forma, o título do enredo de “Cacau é show” passou a ser “Cacau: um grão precioso que virou chocolate, e sem dúvida se transformou no melhor presente”. Já no refrão do samba, “o cacau é show” foi alterado para “o cacau chegou”. No dia do desfile oficial, foi muito observado as pessoas nas arquibancadas cantando a versão original.

Nos bastidores da folia paulista, contudo, quando os sambas das escolas começaram a ser divulgados aparecendo em vinhetas da Rede Globo, teria a emissora solicitado à direção da agremiação que o título e o refrão do samba fossem mudados. Mesmo contra a vontade do patrocinador, a Rosas de Ouro fez as alterações solicitadas na letra e no refrão, que passou à “O Cacau Chegou”.

Na passarela do Anhembi, a Rosas de Ouro narrou a história do cacau, além de espalhar um cheiro doce de chocolate da avenida e ainda distribuiu trufas de chocolate da empresa patrocinadora Cacau Show.

Interessante de se destacar que durante a transmissão do desfile da escola, as legendas colocadas no momento de destacar a letra do samba enredo, mostrava a letra do samba em sua forma original, com a redação de “o cacau é show”.

Já na comissão de frente “Encontro de Dois Povos”, a escola trazia a chegada dos espanhóis à América e seu encontro com os povos maias e astecas, comissão esta que não apresentava elemento alegórico, com uma coreografia muito bem marcada e com sincronia.

Carnaval 2010 - NOTÍCIAS - Rosas de Ouro quer conquistar público ...
Rosas de Ouro – Comissão de Frente – Carnaval de 2010

Já na abertura da escola se podia observar uma Rosas de Ouro com um ótimo nível de desfile, com alas muito bem construídas, tanto em termos de fantasias, quanto em coreografias muito bem ensaiadas, num total de 22 alas apresentadas pela escola, com 3.500 componentes no total.

Luizinho e Sueli com muita elegância e sempre mostrando um bailado seguro e cheio de garra apresentavam o primeiro pavilhão da agremiação, ambos vestindo uma roupa em tons de azul, rosa, marrom e dourado, onde o trabalho plumário chamou atenção pela exuberância e beleza da fantasia.

Rosas de Ouro – Luizinho e Sueli – Carnaval 2010

Cinco alegorias muito bem concebidas e realizadas, mostrando um acabamento primoroso, serviram para ilustrar o desfile da escola de forma imbatível.

A frente do carro abre alas da Rosas de Ouro, denominado de templo sagrado, uma nuvem branca lançava na pista de desfile um aroma de chocolate que se espalhava por toda a escola e chegava até a plateia presente no complexo do Anhembi. Na última hora o destaque central do abre alas, Maurício Pina, sofreu um acidente e teve que abandonar seu lugar na alegoria, tendo sido substituído por outro integrante da escola.

Rosas de Ouro – Carnaval de 2010

Logo após o carro abre alas veio a ala de baianas da escola, também primorosamente fantasiada representando as sacerdotisas de Cotzumalhuapa.

Rosas de Ouro – Ala de Baianas – Carnaval de 2010

Reinando à frente dos ritmistas da roseira, comandados por Mestre Tornado, Ellen Roche esbanjava animação e muita garra para levar a escola ao primeiro lugar daquele carnaval.

A velha guarda da escola trazia a tradição do samba paulista, com as figuras que guardam toda a história da agremiação, vindo as componentes femininas trazendo o rosa e os homens o azul, cores características da escola.

O segundo casal de porta-bandeira e mestre-sala fazia menção à Suíça como grande produtora de chocolate de qualidade, destacado no mundo inteiro por sua qualidade e sabor. Várias alas descreveram a qualidade e o sabor do chocolate por diversos países europeus.

A terceira alegoria denominada de “Mundo do Chocolate” encantava pelo gigantismo e pelo projeto de execução.

Rosas de Ouro – Carnaval de 2010

A quarta alegoria trazia o chocolate como item para presente, sendo seguido pelo último setor do desfile que abria com a celebração do domingo de ramos e a procissão do fogaréu, tradicional das cidades mineiras, como parte da celebração da Páscoa. Além da parte religiosa, neste setor ainda foi trazida Páscoa como sinônimo de alegria da criançada com a figura do coelhinho que a todos presenteia com chocolate.

Rosas de Ouro – Carnaval 2010

A última alegoria trazia um grande coelho da Páscoa para finalizar o desfile da roseira de uma forma alegre e lúdica.

Rosas de Ouro – Carnaval de 2010

A Rosas de Ouro gabaritou cinco notas 10 em Samba e mais quatro em Enredo, onde levou um 9.75, mas a maior e a menor notas eram descartadas. O campeonato veio numa emocionante apuração já que na última nota do último quesito lido, quesito comissão de frente, numa virada sobre a Mocidade Alegre.

Logo que o resultado do carnaval foi anunciado e o título da escola foi confirmado a presidente da agremiação azul e rosa, Angelina Basílio, anunciou que no desfile das campeãs a escola iria cantar o samba enredo em sua forma original.

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui