SP – A tradicional Vai-Vai completa no primeiro dia do ano seus 91 anos de fundação

0
150

 

A alvi negra Vai-Vai completa neste primeiro de janeiro 91 anos de existência. A agremiação paulista foi fundada por um grupo de sambistas notáveis do bairro do Bixiga na capital de São Paulo.

Bar Templo - Live do Templo | Marquinhos Sensação #FiqueEmCasa | Facebook

Nesses muitos anos de desfiles memoráveis da escola no carnaval paulista alcançou 15 títulos no grupo especial paulista além de dez vice-campeonatos, consagrando-se como a maior campeã paulista.

De 1930 ao carnaval de 1972 a Vai-Vai desfilou como cordão, tendo neste grupo amealhado nove campeonatos.

No carnaval de 1973 a agremiação do Bixiga passou a desfilar no grupo 1, já de cara alcançando um terceiro lugar com o enredo “Lamartine babo – Hino ao Carnaval Brasileiro”.

O primeiro campeonato da escola no grupo 1 veio no carnaval de 1978, quando o enredo “Na Arca de Noel quem entrou não saiu mais” elaborado por uma comissão de carnaval foi apresentado na passarela paulista.

Nos carnavais de 1981 e 1982 vem o primeiro bicampeonato da escola, seguido de um tricampeonato nos carnavais de 1986, 1987 e 1988, tendo a escola neste último ano apresentado um enredo em homenagem à Jorge Amado sob o título “Amado Jorge, a História de uma Raça Brasileira” do carnavalesco Ulysses Cruz.

Vai-Vai – Logo Carnaval Paulista de 1988

Um tetracampeonato foi alcançado pela Va-Vai nos carnavais de 1998, 1999, 2000 e 2001, com destaque para o desfile do ano 2000 quando o enredo “Vai-Vai Brasil” do carnavalesco Flavio Tavares foi apresentado, fechando o carnaval paulista daquele ano. A imprensa da época anunciou ter sido a Vai-Vai a escola que mais investiu no desfile daquele ano.

O carnaval de 2015 marca o último campeonato na Vai-Vai no grupo especial das escolas de samba de São Paulo, quando apresentou o enredo “Simplesmente Elis. A fábula de uma voz na Transversal do tempo”, enredo este desenvolvido por uma comissão de carnaval formada por Alexandre Louzada, Eduardo Caetano e André Marins.

Vai-Vai – Carnaval Paulista de 2015

Após o desfile de 2015, foi no carnaval de 2017 que a escola obteve sua melhor colocação, um terceiro lugar com o enredo “No Xirê do Anhembi, a Oxum mais bonita surgiu… Menininha, mãe da Bahia – Ialorixá do Brasil” desenvolvido também por um comissão de carnaval formada pelo trio de carnavalescos Alexandre Louzada, Júnior Schall e André Marins.

Os carnavais de 2018 e 2019 já encontraram a Vai-Vai num momento de crise interna, onde as colocações da agremiação não combinaram com a tradição da escola, já que nestes dois carnavais a escola obteve apenas o décimo e o décimo quarto lugar respectivamente, tendo em 2019 sido então rebaixada para o grupo de acesso 1, onde desfilou no carnaval passado.

Vai-Vai – Carnaval Paulista de 2019

Desfilando no grupo de acesso 1 no carnaval de 2020, a vai apresentou o enredo “Vai-Vai de corpo & Álamo” no retorno do carnavalesco Chico Spinosa à escola, onde havia estado pela última vez no carnaval de 2018, fazendo parte da comissão de carnaval daquele ano.

Vai-Vai – Carnaval Paulista de 2020

Retornando para o grupo especial no próximo desfile paulista, foi mantido o carnavalesco Chico Spinoza e anunciado o enredo “Sankofa”, devendo a escola abrir o desfile da segunda noite de desfiles no Anhembi.

Vai-Vai – Logo Carnaval Paulista de 2021

Os símbolos da Vai-Vai são a coroa e os ramos de café. Os ramos de café foram escolhidos com o intuito de representar a cultura do café, que era uma das fontes de riqueza do país na época da fundação da escola e a coroa simboliza a realeza e a magnitude da raça negra, uma vez que na época de fundação da agremiação era comum os negros se tratarem carinhosamente de “Oi Meu Rei, Oi Minha Rainha”, já que grande parte dos negros e negras que vieram para cá como escravos, eram Reis e Rainhas em suas terras de origem.

Muita figuras destacaram-se na história da Vai-Vai como é o caso de Thobias da Vai-Vai que por anos foi o intérprete da escola chegando a ser Presidente da Vai-Vai no período de 2007 a 2010, sendo desde 2010 Presidente de honra da escola do Bixiga. Outros personagens que passaram pela Vai-Vai inclusive tornaram-se personagens de destaque também do carnaval carioca como foi o caso de Camila Silva que por anos foi a rainha a frente dois ritmistas da escola e Grazzi Brasil, interprete da escola paulista em 2018 e 2019.

Camila Silva no carnaval carioca de 2020 inclusive foi rainha do carnaval carioca, reinando absoluta na Marquês de Sapucaí ao lado do Rei Momo e das princesas.

Camila Silva desfilando pela Vai-Vai

Parabéns a maior campeã do carnaval paulista.

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui