RJ – Unidos de Padre Miguel Volta à Enredo Sobre Orixá no Próximo Carnaval Carioca

0
147

 

O carnavalesco Edson Pereira apresentou seu primeiro trabalho na Unidos de Padre Miguel no carnaval carioca de 2006, época em que a agremiação desfilava ainda no grupo C, já sendo campeão naquele ano, promovendo estão a escola a desfilar no grupo B no carnaval seguinte.

No carnaval de 2008 veio seu primeiro enredo na UPM abordando aspectos das religiões de matriz africana com “No Reino das Águas de Olokun”, quando a escola alcançou o terceiro lugar no grupo B da época. Após esse carnaval Edson deixou a escola e foi substituído por Edward Moraes e Guilherme Alexandre.

Com o passar do tempo Edson Pereira retornou à Unidos de Padre Miguel para pôr o carnaval da escola na pista da Marquês de Sapucaí em 2013 e de novo o tema escolhido apresentou aspectos da cultura religiosa africana, com o tema “O reencontro entre o céu e a terra no Reino de Alá Àfin Oyó”, tendo a escola alcançado um sétimo lugar já na série A carioca.

Posteriormente, já no carnaval da série A de 2017, o carnavalesco voltou à apresentar um tema afro na UPM, com o enredo “Ossain – O poder da cura”, tendo a agremiação alcançado um quarto lugar naquele ano. Após este desfile de novo Edson Pereira afastou-se da escola.

Para o próximo carnaval do Rio de Janeiro de 2021, Edson Pereira foi de novo contratado pela agremiação para planejar e executar o desfile da escola, que na tarde de hoje em suas redes sociais divulgou o tema “Iroko é tempo de Xirê” e logo oficial do mesmo. Mais uma vez a escola e seu carnavalesco levarão para a Sapucaí um tema enraizado na culta e religiosidade africana, com a intenção de conseguir a promoção para um inédito desfile no grupo de elite das escolas de samba do Rio de Janeiro.

Iroko é um dos Orixás mais antigos, representa o tempo e rege a Ancestralidade. Ele foi a primeira árvore plantada na terra, por onde desceram todos os Orixás, por este motivo ele é o líder de todos os espíritos das árvores sagradas.

Iroko é um orixá do candomblé keto. No Brasil, é associado à árvore conhecida como gameleira, enquanto que, na África, é associado à árvore Milicia excelsa.

A UPM promete para a próxima semana a divulgação da sinopse do enredo.

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui