RJ – Tradição vence grupo da Livres e onde vai desfilar em 2021 pode ser decidido na justiça

0
1435
Em 2020, a Tradição apresentou o enredo “Mãe Gentil, seus filhos clamam por ti!”. A escola do bairro do Campinho não aparece na Série A desde 2014, quando ficou na 17ª posição.

A Tradição conquistou o título do grupo da Liga Independente das Verdadeiras Raízes das Escolas de Samba (Livres). A entidade é uma dissidente da Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil (Liesb) e reivindica a organização do terceiro nível do carnaval carioca.

A apuração foi realizada nesta quinta-feira (27), no Terreirão do Samba, logo após a divulgação dos resultados da Liesb. Durante a divulgação das notas, a Livres afirmou que uma escola subirá para a Série A, que se apresenta na Marquês de Sapucaí. No entanto, isso não foi confirmado pela Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj), responsável pela divisão de acesso. Essa situação deverá ser encaminhada para a Justiça.

As escolas da Livres foram autorizadas a desfilar na noite de terça-feira de carnaval, logo após as agremiações da Liesb. Por causa do tempo de cada desfile e da transição entre as duas ligas, a primeira escola da entidade dissidente só desfilou por volta das 4 horas da manhã da quarta-feira de cinzas. As apresentações só terminaram por volta das 9 horas.

A Livres ainda informou que uma escola seria rebaixada, embora não tenha especificado para qual divisão. Entretanto, por causa dos problemas relacionados com a transição entre as duas ligas no desfile na Estrada Intendente Magalhães, a Livres anunciou que não haveria rebaixamento para 2020.

CLASSIFICAÇÃO

1 – Tradição (269,8)  – CAMPEÃ

2  – Alegria da Zona Sul (269,6)

3 – Unidos de Lucas (269,1)

4 – Siri de Ramos (267,6)

5 – Vizinha Faldeira (267,6)

6 – Arame de Ricardo (264,6)

Por Waldir Tavares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui