RJ – Selminha Sorriso faz 50

0
489

 

O trinta de maio é um dia especial para a porta-bandeira Selminha Sorriso, que desde o carnaval de 1996 tem a responsabilidade de conduzir o pavilhão da multicampeã do carnaval carioca, Beija Flor de Nilópolis, juntamente com Claudinho, seu mestre-sala.

Mas esse trinta de maio de 2020 será ainda mais especial, já que Selminha comemora seus 50 anos de idade, esbanjando charme, beleza e muita vitalidade.

Selminha Sorriso

Como primeira-porta bandeira, a estreia de Selminha na Sapucaí aconteceu no carnaval de 1991 pelo tradicional Império Serrano, ano em que um desfile problemático acabou levando a escola para o grupo de acesso no carnaval seguinte.

Relembre algumas das apresentações do casal Claudinho e Selminha ...
Selminha Sorriso no Império Serrano – Carnaval carioca de 1991

De 1992 à 1995 Selminha Sorriso, já tendo ao seu lado o mestre-sala Claudinho, ficaram responsáveis pelo pavilhão da Estácio de Sá, já iniciando na agremiação com um campeonato, ocasião em que a escola apresentou o enredo “Paulicéia Desvairada, 70 anos de Modernismo no Brasil, dos carnavalescos Mário Monteiro e Chico Spinoza.

Selminha Sorriso na Estácio de Sá – carnaval carioca de 1992

O carnaval de 1996 marca a estreia de Selminha e Claudinho como primeiro casal de porta-bandeira e mestre-sala da Beija Flor de Nilópolis, posto que ocupam até hoje, já tendo conquistado nove campeonatos na Deusa da Passarela.

Com sua carreira de sucesso Selminha Sorriso contabiliza um total de seis prêmios no Estandarte de Ouro, do Jornal o Globo e cinco premiações pelo Tamborim de Ouro, dentre outras premiações recebidas ao longo de sua jornada.

Selminha Sorriso e Claudinho na Beija Flor de Nilópolis

No próximo carnaval só de Beija Flor de Nilópolis, o casal Selminha e Claudinho vão comemorar 25 anos de avenida, sendo sempre uma das atrações mais esperadas pelos frequentadores da Sapucaí.

Selminha ainda desfila como destaque de alegoria no Império da Tijuca já há anos, momento onde, segundo ela pode aproveitar o carnaval como foliã que é, sem o stress de estar sendo julgada, como acontece enquanto quesito avaliado segundo um regulamento. É comum também Selminha se fazer presente nos desfiles do Cordão do Bola Preta, no sábado de carnaval.

Selminha Sorriso no Império da Tijuca

Na Beija Flor de Nilópolis comanda o projeto social “Sonho do Beija Flor” com atividades voltadas às crianças, com aulas de porta-bandeira e mestre-sala e samba no pé, atividades realizadas todos os sábados.

Além de desfilar no carnaval carioca, Selminha ainda brilha na passarela do samba da cidade gaúcha de Uruguaiana pela escola “Os Rouxinóis”.

Selminha Sorriso no Cordão do Bola Preta

A cidadã Selma de Mattos Rocha é graduada em Direito, servidora concursada do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro e mãe de Igor.

Selminha é uma das personagens do livro “Porta-bandeiras: Onze mulheres incríveis do carnaval carioca”, da série Cadernos de Samba, escrito pelo jornalista Aydano André Motta, além de ter tido experiência no teatro atuando na peça “João Alabá e a Pequena África”, onde dava vida à Oxum e no cinema viveu uma porta-bandeira do Acadêmicos do Salgueiro no filme “Trinta”, sobre o genial carnavalesco Joãosinho Trinta.

Nesses tempos de pandemia e isolamento social, Selminha vem se reinventando, como ela mesmo fala nas lives que comanda diretamente de seu Instagram, coordenando conversas com convidados muito experientes quando o assunto é carnaval.

As lives comandadas por Selminha são direcionadas ao tema “mestre-sala e porta-bandeira”, seu bailado, sua arte e a responsabilidade que é conduzir o pavilhão de uma escola de samba, como símbolo máximo de uma agremiação carnavalesca.

Selminha Sorriso e Claudinho – Beija Flor de Nilópolis

Para este sábado, 30 de maio, haverá uma live especial dedicada aos 50 anos de Selminha, sob o comando de Milton Cunha, estando a aniversariante solicitando como presente a doação de latas de leite em pó, que posteriormente serão doados para o Hospital Estadual da Criança de Vila Valqueire, bairro carioca onde reside Selminha e para a ala infantil do hospital do fundão, entidades no qual ela presta serviço voluntário voltado às crianças internadas.

Felicidades Selminha, seja sempre muito feliz…

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui