RJ – #RaioX2021 Waldir Tavares analisa: Salgueiro, a incrível marca de Sidclei e Marcela Alves e os desafios em Evolução e Alegorias

1
505
Foto Alexandre Durão
O Salgueiro vem retornando no Desfile das Campeãs desde 2008, são 12 anos no Top 6

Mais um Raio X no elenco das Escolas de Samba do Grupo Especial/RJ para 2021, chegou a vez da quinta colocada em 2020, o Acadêmicos do Salgueiro.

Quinho e Emerson Dias compõem as principais vozes no carro de som da academia, juntos desde 2019. A dupla tem auxilio de luxo com nomes como Igor Vianna e Diego Nicolau, entre outros. A qualidade dos intérpretes nao condiz com as notas recebidas em SAMBA ENREDO nos últimos carnavais, onde na visão dos julgadores, o Salgueiro não tem sido regular em suas obras.

Em cinco carnavais, apenas “A Ópera dos Malandros” de 2016 e “Xangô” de 2019 tiveram todas notas máximas. Em 2017 “A Divina Comédia do Carnaval” só recebeu um 10 e “Senhoras do Ventre do Mundo” também não alcançou 30 pontos em 2018, onde teve duplo 9,9. No ultimo carnaval, o samba “O Rei Negro do Picadeiro” totalizou míseros 29,6, recebendo de um dos julgadores a nota 9,7, menor nota deste quesito no Mapa de Apuração. Apenas Estácio de Sá, União da Ilha e Paraíso do tuiuti receberam nota parecida. Alguma coisa precisa ser revista nas escolhas de samba enredo da Vermelha e Branca da Tijuca, escola que possui clássicos do gênero em sua famosa discografia.

Luxuoso time do carro de som Salgueirense – Foto Alex Nunes

Tudo leva a crer que o Presidente André Vaz manterá Alexandre Couto na direção de Carnaval e Jomar Casemiro na Direção geral de Harmonia. Os dois estão em seus cargos desde o inicio da gestão de André, em 2019.

Em EVOLUÇÃO E HARMONIA, considerados “quesitos de chão”, a escola aposta na equipe de Alexandre e Jomar (Jô) para voltar a ter boas notas.

Desde 2017 a EVOLUÇÃO do Salgueiro não garante 30 pontos no geral. Foram 29,9 em 2018, 29,8 em 2019 e 29,7 em 2020. A performance vem caindo ano a ano, e isso não seria culpa da qualidade dos sambas, pois o excelente samba de 2019 não garantiu a evolução de seus componentes.

No quesito HARMONIA, alguma regularidade. 30 pontos em 2018 e 2019. No ultimo carnaval o Acadêmicos do Salgueiro totalizou 29,9 no quesito. A ultima vez que a escola recebeu todas notas máximas em harmonia foi em 2016.

Na Bateria Furiosa, Mestres Guilherme e Gustavo seguem no comando – Foto Alex Nunes

Os irmãos e Mestres Guilherme e Gustavo seguem no comando da Furiosa BATERIA, que tem a sua frente a carismática atriz Viviane Araujo como Rainha. O dois assumiram o comando em 2019 apos saída de Mestre Marcão. Os pupilos do ex mestre não fazem feio. Em dois anos no cargo garantiram os 30 pontos em 2019 e 2020. São apenas duas notas 9,9 das nove possíveis nos dois anos.

A atriz Viviane Araujo vai para 14 anos no Salgueiro – Foto Alex Nunes

Dançando na escola vermelha da branca desde 2014, Sidclei Santos e Marcella Alves compõem umas das melhores duplas de MESTRE SALA e PORTA BANDEIRA do atual momento. O casal possui a memorável marca do carnaval de 2016 até 2020 só receberam uma nota 9,9, em 2019. As demais foram todas notas máximas. A incrível marca vem de 2016, 2017, 2018 e 2020 onde gabaritaram. Há cinco carnavais, Sidclei e Marcela nunca deixaram de garantir os 30 pontos no quesito.

Os dois foram Estandarte de Ouro em 2020. Renovação muito acertada!

Sidclei Santos e Marcella Alves são garantia de boas notas – Foto Alex Nunes

A grande novidade para 2021 é no quesito COMISSÃO DE FRENTE. O acadêmicos do Salgueiro não renovou com Sergio Lobato e foi atrás de um dos nomes mais balados neste quesito, o coreógrafo Patrick Carvalho. Conhecido por ter por ter participado do quadro televisivo Dança dos Famosos no Domingão do Faustão da Rede Globo. Patrick chega da Unidos de Vila Isabel onde comandou a comissão de frente em 2020. O coreografo teve seu ápice na famosa comissão da Paraíso do Tuiuti em 2018 (Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão?) onde teve apenas uma nota diferente de 10 que foi descartada, garantindo as notas do quesito. Em 2019, já na Vila Isabel, recebeu nota máxima em todas as cabines e em 2020 volta a garantir 30 pontos na escola de Noel. O retrospecto do profissional nos levar a crer que foi um golaço a contratação de Patrick.

A chegada de Patrick é carregada de expectativas, pois a agremiação da Tijuca já andou sofrendo no quesito em questão – Foto Alex Nunes

Alex de Souza vai para seu quarto carnaval no Salgueiro. O carnavalesco vai bem no quesito FANTASIA, onde em 2020 foi o único a receber nota máxima de todos os jurados. A marca também havia sido alcançada na sua chegada a escola em 2018. No ano de 2019 deixou um décimo para trás, chegando aos 29,9 no quesito.

No quesito ENREDO,”Senhoras do Ventre do Mundo” e “O Rei Negro do Picadeiro” totalizaram 29,8 no geral. O cenário é diferente em 2019 por conta das quatro notas máximas que o enredo “Xangô” recebeu dos quatro julgadores.

Em ALEGORIAS E ADEREÇOS, o carnavalesco possui o tabu de não garantir 30 pontos desde 2009 quando desenhou as alegorias do enredo “Neste palco da folia, é minha Vila que anuncia: Theatro Municipal – A centenária maravilha” na Unidos de Vila Isabel. No Acadêmicos do Salgueiro, as alegorias de Alex Souza somaram 29,9 pontos em 2018, 29,8 em 2019 e 2020.

Carnavalesco Alex de Souza se mostra feliz na Academia – Foto Alex Nunes

A agremiação aposta que o Alex poderá reverter em 2021, o quadro em relação a notas recebidas em Enredo e principalmente na quebra do tabu negativo em Alegorias.

Detalhes do elegiado trabalho do carnavalesco Alex, porém os julgadores não dão notas ao carnavalesco desde 2009 – Foto Alex Nunes

No geral, academia possui tranquilidade no casal de mestre sala/porta bandeira e comissão de frente após a chegada do competente Patrick. Precisa rever o que ocorre na evolução e nas escolhas de samba enredo. Nos quesitos plásticos, mesmo todo ano sendo apontada como a mais correta, os julgadores oficiais não estão vendo desta forma.

Só retornar nas campeãs já não basta para a apaixonada torcida salgueirense, os décimos perdidos são cruciais para o titulo que não vem desde 2009.

Por Waldir Tavares

 

1 COMENTÁRIO

  1. prezado acompanhei desde o início a preparação do carnaval salgueirense; à guisa de contribuição, fiz ver a alguns diretores de segmentos a necessidade de incrementar os valores da Escola; fui surpreendido, na apuração, pelos votos dados ao ‘enredo’, e, principalmente, ao ‘samba-enredo’, diga-se que o mesmo já vinha sendo execrado de há muito, porém não esperava tamanha ojeriza e rejeição; o samba contempla, com perfeição, o enredo, contado a vida/trajetória de Benjamin; aceito as análises (não concordando), mas vejo, isso sim, um preconceito quanto aos sambas do Salgueiro; tenham mais respeito pela Academia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui