RJ – Prefeito Marcelo Crivella alega que foi preso por perseguição: “Tirei Recursos do Carnaval”

0
767
foto Tânia Rego/Agencia Brasil

Preso na manhã desta Terça Feira, em operação do Ministério Público do Rio de Janeiro em parceria com a Polícia Civil, o Prefeito Marcelo Crivella deu uma rápida declaração a imprensa, sobre o que pensa sobre a ação, ao chegar na Cidade da Policia.

Crivella alegou que vem sofrendo perseguição politica e que sua prisão é injusta e ilegal. Um dos motivos, segundo ele, é ter lutado contra empreiteiras, o pedágio ilegal e ter tirado dinheiro do Carnaval. Bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, ao cortar verbas das Escolas de Samba, não comparecer em eventos tradicionais das agremiações e dar declarações polemicas que afetaram diretamente quem participa da Industria do Carnaval, Marcelo Crivella ficará marcado como o Prefeito “inimigo do samba”.

Marcelo Crivella era investigado em inquérito, que aponta para um suposto ‘QG da Propina’, na Prefeitura do Rio de Janeiro. Além de Crivella foram presos Rafael Alves,  apontado como operador do esquema, e o vereador Fernando Moraes.

No mês passado o atual Prefeito saiu derrotado nas urnas em disputa no segundo turno contra Eduardo Paes, que assume a Prefeitura do Rio no próximo quadriênio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui