RJ – Paraíso do Tuiuti celebra hoje seus 69 anos de fundação – 05/04/1952

0
168

 

Ela foi a grande sensação do carnaval carioca de 2018, quando alcançou um inédito segundo lugar no grupo de elite das escolas de samba do Rio, carnaval no qual apresentou o enredo “Meu Deus! Meu Deus! Está extinta a escravidão?”, desenvolvido pelo carnavalesco Jack Vasconcelos que já vinha na agremiação desde o ano de 2015.

O Paraíso do Tuiuti ainda não tem em sua galeria um campeonato no grupo principal do carnaval do Rio, possuindo um campeonato no carnaval de 2016 no grupo de acesso carioca, três campeonatos na terceira divisão nos anos de 1968, 1987 e 2011 e ainda dois campeonatos na quarta divisão carioca nos anos de 1980 e 1997.

Paraíso do Tuiuti – Desfile de 2018

O cinco de abril é especial para a agremiação sediada no bairro carioca de São Cristóvão, já que comemora seus 69 anos, cujas origens remontam ao Morro do Tuiuti, na época de sua fundação.

De 2012 a 2016 a agremiação do Tuiuti desfilou no grupo de acesso do Rio, com destaque para o desfile apresentado no ano de 2014, quando a escola resolveu reeditar o enredo “Kizomba, a festa da raça” originalmente apresentado pela Unidos de Vila Isabel no carnaval de 1988, desta vez pelo trabalho do carnavalesco Severo Luzardo Filho. Com este desfile a escola alcançou a  oitava colocação.

Campeã no grupo de acesso do Rio, no carnaval de 2016, quando apresentou o enredo “A farra do boi” do carnavalesco Jack Vasconcelos, a escola desfila no grupo de elite do carnaval carioca de forma ininterrupta desde o ano de 2017, tendo desde lá o vice-campeonato de 2018 como sua melhor colocação nesta fase da escola.

 

Paraíso do Tuiuti – Desfile de 2016

Logo no seu retorno ao grupo especial do Rio, em 2017, a escola viu-se envolvida numa grande polêmica, já que a última alegoria da agremiação apresentou problemas ainda na área de concentração da Sapucaí, provocando o atropelamento de pessoas que estavam na pista de desfile, ocasionando inclusive a morte de radialista que acabou, assim como outras pessoas, prensada entre a alegoria e a grade da área de concentração da pista de desfile carioca.

Paraíso do Tuiuti – Desfile de 2017

Para seu próximo desfile a agremiação anunciou o enredo “Soltando os bichos” do carnavalesco Paulo Barros, que retorna a escola onde esteve no desenvolvimento do carnaval de 2003, quando apresentou o enredo “Tuiuti desfila o Brasil em telas de Portinari”, na época no grupo de acesso A.

Carnavalesco Paulo Barros no Paraíso Do Tuiuti para o carnaval de 2003

O primeiro prêmio do Estandarte de Ouro conquistado pela escola remonta ao ano de 2001 no quesito revelação, sendo que nova premiação só veio no ano de 2018 nos quesitos de comissão de frente e destaque do público. por fim em 2019 a escola foi premiada com o Estandarte de Ouro nos quesitos enredo (“O Salvador da Pátria“) e melhor ala.

Paraíso do Tuiuti – Desfile de 2019

PARABÉNS PARAÍSO DO TUIUTI…

SUCESSO SEMPRE…

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui