RJ – O G.R.E.S. Estácio de Sá festeja mais um aniversário nesse doze de agosto

1
262

 

Desde a época de sua fundação, ainda com o nome de  “Unidos de São Carlos”, a Estácio de Sá se declara publicamente descendente direta da “Deixa Falar”, que seria a primeira escola de samba da história da nossa maior festa popular.

Num primeiro momento para destacar essa ligação foi adotado o leão como símbolo da escola, já que o leão também era o símbolo da “Deixa Falar”.  Já no ano de 1965, a Unidos de São Carlos também adotou para si as mesmas cores da “Deixa Falar”, o vermelho e branco, até que em 2010 foi assinado pelo presidente da agremiação da época, um termo transferindo a data de fundação da Estácio, que passou a assumir a data de criação da Deixa Falar, 12 de agosto de 1927.

Estácio de Sá – Desfile de 2016 – Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/carnaval/2016/fotos/2016/02/desfile-da-estacio-de-sa-fotos.html

O G.R.E.S. Estácio de Sá foi fundada com a denominação de “Unidos de São Carlos”, sendo resultado da fusão de três escolas de samba do morro de São Carlos. Em 25 de março de 1983, logo após os festejos de Momo daquele ano, o então presidente da escola, Antônio Gentil, convocou uma assembleia geral com o objetivo de votar a mudança de nome da escola, sendo que com 21 votos a favor, 3 contra e 2 abstenções, foi alterado o nome da agremiação para “Estácio de Sá”, denominação que vige até nossos dias.

O carnaval de 1992 marca o único campeonato conquistado pela Estácio de Sá desfilando no grupo principal das escolas de samba do Rio de Janeiro, ocasião em que apresentou o enredo “Paulicéia Desvairada – 70 anos de Modernismo” desenvolvido pelos carnavalescos Mário Monteiro e Chico Spinoza.

Estácio de Sá – Desfile de 1992 – Fonte: https://extra.globo.com/noticias/carnaval/carnaval-historico/serie-especial-capitulo-6-num-desfile-inesquecivel-estacio-de-sa-campea-do-grupo-especial-15258739.html

Já desfilando na segunda divisão do carnaval da Cidade Maravilhosa a Estácio de Sá foi campeã nos anos de 1967, 1973, 1978, 1981, 1983, 2006, 2015 e por último em 2019 quando levou para a Sapucaí o enredo “A fé que emerge das águas” do carnavalesco Tarcisio Zanon.

Estácio de Sá – Desfile de 2019 – Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/carnaval/2019/noticia/2019/03/06/estacio-de-sa-sobe-para-o-grupo-especial-do-carnaval-do-rio.ghtml

Grandes artistas já passaram pela Estácio de Sá ocupando o posto de carnavalesco da agremiação, como Paulo Barros, Paulo Menezes, Sylvio Cunha, Mário Monteiro, Chico Spinoza, Tarcisio Zanon, Cid Carvalho, Marcus Ferreira, Rosa Magalhães, Jack Vasconcelos, Max lopes, Alexandre Louzada dentre outros.

Dentre os grandes nomes que comandaram o carro de som da escola nesses muitos carnavais, destaque para a figura do lendário Dominguinhos do Estácio, que veio a falecer nesse ano de 2021.

Para seu próximo desfile na Marquês de Sapucaí a Estácio de Sá anunciou a releitura do enredo “Cobra-coral, Papagaio Vintém, #VestirRubroNegro não tem pra ninguém” que será desenvolvido pelos carnavalescos Mauro Leite e Wagner Gonçalves.

Estácio de Sá – Logo Carnaval 2022

No carnaval de 1995, com enredo sobre o Flamengo, a Estácio de Sá ficou com a sétima colocação, num trabalho do carnavalesco Mário Borriello.

Parabéns Estácio de Sá.

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui