RJ – Ministro da Saúde prevê cinco meses de caos no Rio de Janeiro

0
399

Ministro da Saúde prevê 5 meses de caos no Rio de Janeiro.

Em entrevista exclusiva ao site Carnaval Número 1, Luiz Henrique Mandetta informou que a capital mundial do samba poderá ser a cidade mais atingida no país, onde mais de 4 milhões de pessoas moram em comunidades, sem saneamento básico e atendimento de saúde adequados.

Jornalista e diretor do site CN1 Thiago Cânepa entrevistou com exclusividade o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta

De acordo com Mandetta a falta de capacidade de atendimento da rede pública de saúde brasileira pode aumentar a taxa de mortalidade do novo coronavirus que é de 3% em países desenvolvidos.

Para o ministro, medidas como o cancelamento de aulas do ensino público estadual e municipal colaboram para a liberação de espaço em transportes públicos como BRTs, ônibus, metrô e trens, já que crianças mesmo portando o vírus não sentem os sintomas.

Na sexta-feira, dia 13 de março, a prefeitura do Rio de Janeiro anunciou o “Estado de Atenção”, cancelando: licenças de eventos, férias de profissionais da área de saúde, aulas, eventos culturais e orientando o cancelamento de eventos privados onde há aglomeração de pessoas.

Mesmo antes da prefeitura do Rio de Janeiro decretar as 16h o Estado de Atenção, promotores de eventos do samba já haviam anunciados os cancelamentos e adiamentos de e eventos, tais como: Prêmio Estandarte de Ouro, Prêmio Machine, eventos em casas de shows,  além de teatros e grandes eventos.

Por Waldir Tavares e Thiago Canepa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui