RJ – Lins Imperial com Foco na Sapucaí em 2021 Celebra seu Aniversário

0
338

 

Campeã nesse carnaval de 2020 no grupo especial da Intendente Magalhães, promovida para desfilar na Marquês de Sapucaí no próximo carnaval de 2021, pelo grupo de acesso, a Lins Imperial completa neste dia sete de março 57 anos de fundação, já que foi fundada no ano de 1963.

Como boa parte de outras agremiações carnavalescas cariocas, também a Lins Imperial nasceu da fusão de outras entidades, nesse caso a Filhos do Deserto, fundada em 1933 e a Flor do Lins, fundada em 1946.

A Lins Imperial tem duas agremiações como madrinhas, a Estação Primeira de Mangueira e o Acadêmicos do Salgueiro, notabilizando-se com as cores verde e rosa, tendo a águia como seu símbolo máximo.

Seu primeiro desfile já se deu no ano de 1964, quando apresentou o enredo “O Sonho das Esmeraldas”, conquistando a nona colocação naquele carnaval.

Seu primeiro campeonato veio no carnaval de 1975, na época no grupo 2, com o enredo “Dona Flor e seus dois Maridos” do carnavalesco José Felix.

Promovida então a desfilar no grupo 1 no carnaval de 1976, apresentou o enredo “Folia de Reis”, mas com péssima classificação final acabou sendo rebaixada para novamente desfilar no grupo 2, no carnaval seguinte.

No carnaval de 1979 conquistou o vice campeonato com “A Guerra do Rei Divino” e em função dessa boa classificação foi promovida para o grupo 1B da época no carnaval seguinte.

Mas no carnaval de 1985 volta a ser rebaixada, já que conseguir somente o nono lugar com o enredo “Feliz Por um Dia” dos carnavalescos Poty e René Amaral. No carnaval seguinte, como foi vice campeã, subiu para desfilar no grupo 2 no carnaval de 1987.

“Gênios da Ilusão”, enredo apresentado no carnaval de 1989, trouxe de novo um vice campeonato à Lins Imperial, promovendo a escola ao grupo especial das escolas de samba cariocas, por onde desfilou nos anos de 1990 e 1991, ano este em que apresentou o enredo “Chico Mendes, o Arauto da Natureza”, mas acabou sendo rebaixada novamente.

 

 

 

Desde esse carnaval de 1991, nunca mais a Lins Imperial esteve no grupo de elite das escolas de samba cariocas, tendo estado nos grupos A, B, RJ-1, C, D e especial da Intendente, neste último carnaval de 2020, quando apresentou o enredo “Pinah, a Soberana” dos carnavalescos Raí Menezes e Eduardo Minnuci, sagrando-se a grande campeã.

No total a Lins Imperial tem cinco títulos de campeã, mas nos grupos intermediários do carnaval carioca. Quando este no grupo de elite carioca, sua melhor colocação foi um 11º lugar no carnaval de 1976, como já referimos acima.

No carnaval de 1990, desfilando no grupo especial, alcançou um Estandarte de Ouro com sua porta bandeira, tendo sido premiada com outros dois Estandartes nos anos de 1980 e 1988, mas em grupos intermediários.

Nesse último carnaval de 2020 a Lins realizou um desfile exuberante na Intendente Magalhães, com destaque para as belas fantasias da escola e alegorias, que encantaram a todos que assistiram os desfiles, não havendo nenhuma dúvida sobre a justiça que foi alcançar o topo mais alto do pódio.

 

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui