RJ – Há 24 anos Estacio e Flamengo faziam um desfile histórico

0
764

Há 24 anos, era comemorado o Centenário do que é considerado o maior clube do país.

A Estácio de Sá, primeira escola de samba do Brasil, homenageou o Mais Querido com o enredo “Uma Vez Flamengo…”. Ao longo da avenida, a história do Flamengo foi contada desde a fundação – como clube dedicado ao remo – até a maior glória Rubro Negra, o Mundial de 1981.

Com o apoio financeiro do clube Gávea, e sob a supervisão do carnavalesco Mário Borriello, a Estácio de Sá obteve a sétima colocação no grupo especial do carnaval de 1995.

A tarefa de homenagear o Flamengo não foi fácil, membros da comunidade que torciam para outros clubes tiveram que abrir mão das suas paixões clubísticas em nome da escola do coração.

Interpretado pela voz inconfundível de Dominguinhos do Estácio, o samba-enredo empolgou a Marquês de Sapucaí e ganhou as arquibancadas do Macaranã.

A comissão de frente, formada por quinze componentes, apresentava as figuras de um jogo de futebol (jogadores, árbitro e bandeirinhas) que carregavam uma grande bandeira rubro-negra, representando o Manto Sagrado.

O cabre-alas, em dourado, vermelho e preto, contava as glórias do clube e trazia no seu centro a  reprodução da estátua de  Ulisses Malagutti, o mais completo atleta do Flamengo da década de 20.

Outro nome do atletismo rubro-negro lembrado, com direito a menção no o samba foi de Érica Lopes, a Gazela Negra.

Craques do passado, como  Domingos da Guia, Fio Maravilha, Zizinho, Pavão e o inventor do gol de bicicleta, Leônidas da Silva, também conhecido como Diamante Negro, tiveram seus nomes lembrados. O carro Fla-Flu contou como surgiu o futebol no Clube de Regatas do Flamengo.

As alegorias muito bem acabadas também reverenciavam a história do Mengão. O último carro da escola fazia referência ao título mundial de 1981, conquistado no Japão e teve Zico e Júnior como destaques.

Por Waldir Tavares e Henrique Sathler/ Fonte M.Rubro Negro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui