RJ – Exposição no MAC de Niterói conta a história da Unidos do Viradouro

0
785
Renata Xavier e Leandro Lucas

O público vai poder visitar, a partir do dia 21 de janeiro, às 8h, a exposição “Das Cinzas Voltar, Nas Cinzas Vencer, Viradouro de Alma Lavada”, no pátio do MAC Niterói. Trata-se de uma intervenção ao ar livre, a partir de uma grande estrutura circular, que representa o ciclo da vida e do Carnaval.

Foto – Renata Xavier e Leandro Lucas

O projeto, idealizado pelos fotógrafos Renata Xavier e Leandro Lucas, não deixa passar em branco uma época tão simbólica para o povo fluminense e brasileiro: o Carnaval. As mais de 400 fotos presentes na mostra começaram a ser produzidas pela dupla de fotógrafos em 2017, quando a agremiação de Niterói, ainda no Grupo de Acesso, se preparava para o espetáculo de 2018. A Viradouro conquistou o título que garantiu o retorno ao Grupo Especial. No ano seguinte, já na disputa com as principais escolas, com um desfile arrebatador, foi vice-campeã, feito inédito na história dos espetáculos na Marquês de Sapucaí, já que nunca uma agremiação havia conseguido esta colocação no retorno ao grupo de elite. O verso forte do samba para o enredo de 2019 que abordava a superação ‘Das cinzas voltar, nas cinzas vencer’ dá título à exposição.

Saída dos Carros. Detalhe dos carros alegóricos – Renata Xavier e Leandro Lucas

No último Carnaval, mais uma quebra de paradigma: sendo a segunda escola a desfilar na noite de domingo, posição considerada ingrata no universo carnavalesco, a vermelho e branco saiu aclamada da pista e o favoritismo se confirmou na Quarta-Feira de Cinzas, quando foi consagrada a grande campeã.

Na exposição, os visitantes vão poder viajar nas imagens dos preparativos do barracão, quadra, ensaios de rua e dos espetáculos apresentados pela Viradouro no Sambódromo – em seus marcantes últimos três desfiles – bem como conferir os registros da festa de comemoração do título, o segundo conquistado no chamado grupo de elite.

Foto Renata Xavier e Leandro Lucas

Diversos painéis com até sete metros de comprimento cada estarão dispostos em círculos, por onde o público poderá, literalmente, caminhar entre eles, descobrindo os bastidores dessa história de resistência e luta da Viradouro, além de acompanhar, através de uma contagem regressiva, como é feita a construção do Carnaval de uma grande escola de samba. O que está por trás? As pessoas, os profissionais, a comunidade, um trabalho feito por milhares de mãos com muita criatividade, embalado pela fantasia e, principalmente, pela esperança. O formato circular da exposição é uma alegoria ao Carnaval, à vida e ao eterno recomeçar. A mostra terá como pano de fundo a paisagem deslumbrante do Rio de Janeiro e a obra icônica de Oscar Niemeyer.

Das Cinzas Voltar, nas Cinzas Vencer, Viradouro de Alma Lavada

  • Local: MAC – Museu de Arte Contemporânea de Niterói – Pátio
  • Abertura da Exposição: 21 de janeiro de 2021, quinta-feira, das 8h às 18h
  • Visitação: domingo a domingo, das 8h às 18h.
  • Entrada Gratuita, seguindo os protocolos sanitários, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, controle de acesso e aferição de temperatura.
  • Temporada: Até 28 de fevereiro
  • Curadoria: Marcelo Velloso, Renata Xavier e Leandro Lucas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui