RJ – Copacabana completa hoje seus 129 anos de fundação

0
447

 

Um dos lugares mais icônicos da cidade do Rio de Janeiro com certeza é o bairro de Copacabana, que nesse dia seis de julho comemora seus  129 anos de fundação.

Praia de Copacabana – Fonte: https://pt.dreamstime.com/praia-de-copacabana-rio-janeiro-brasil-image129864587

Palco das grandes festividades realizadas no Rio de Janeiro, com destaque para a queima de fogos, naquele que é considerado por muitos o maior réveillon do mundo, Copacabana e suas referências em muitas oportunidades passou pela passarela da Marquês de Sapucaí compondo o desfile de diversas agremiações ou até mesmo sendo o foco central do enredo apresentado.

“A história e a riqueza cultural de Copacabana não têm sua origem baseada apenas na cultura brasileira. Há centenas de anos, Nossa Senhora de Copacabana – a padroeira e santa que deu nome ao lugar, era símbolo da fé de um povo proveniente das Américas. Uma tribo indígena do império Inca, que praticava rituais às margens do Lago Titicaca na Bolívia/Peru, trouxe para o Brasil a imagem da santa padroeira das águas – também conhecida como Nossa Senhora de Kopakawana (a deusa da fertilidade) – em uma expedição para acumular riquezas, como o ouro e a prata (final do séc. XVII). Ao desembarcarem no Brasil (em Copacabana), os índios peruanos, de origem Quíchua, construíram uma capela em meio a rochas e pequenas montanhas, à beira mar de Sacopenapã – primeiro nome de Copacabana, que significa “o caminho dos socós – aves raras” em tupi, para continuarem o culto a sua santa.” – (trecho na sinopse apresentada pela Alegria da Zona Sul para o carnaval carioca de 2014)

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Alegria da Zona Sul, que até o carnaval de 2019 desfilou no grupo de acesso carioca, tem sua sede no bairro de Copacabana, tendo no carnaval de 2014 apresentado o enredo “Sacopenapã”, enredo no qual o objetivo da escola foi falar sobre o bairro de criação da agremiação e que foi desenvolvido por uma comissão integrada por Flávio de Mello, Sandro Gomes, Eduardo Minucci e André Tabuquine.

A avenida Atlântica, em Copacabana, já foi e continua sendo o palco de vários eventos ligados ao carnaval do Rio, já que por várias vezes sediou ensaios da Alegria da Zona Sul e também de outras grandes agremiações, como é o caso da Beija Flor de Nilópolis que sempre brinda a Cidade Maravilhosa com um de seus ensaios de preparação para o carnaval realizado junto ao famoso calçadão preto e branco de pedras portuguesas, que margeia a famosa praia carioca.

Ensaio da Beija Flor de Nilópolis em Copacabana no ano de 2018 – Fonte: https://marquesdafolia.com/2018/01/29/beija-flor-arrasta-multidao-em-ensaio-na-praia-de-copacabana/

Outro grande evento que aconteceu em Copacabana se deu no mês de janeiro de 2018, com a realização de um show inédito com a participação de baterias das 13 principais escolas de samba do Rio de Janeiro, evento esse que reuniu uma multidão na “Princesinha do Mar” e que serviu como uma prévia para o carnaval daquele ano na Cidade Maravilhosa.

Como já referido, em várias oportunidades, referências a “Princesinha do Mar” passaram pela Marquês de Sapucaí, especialmente naqueles enredos onde o Rio de Janeiro foi o foco a ser apresentado, com sua história e belezas naturais, não sendo deixado de fora referência ao famoso calçadão da praia de Copacabana.

Acadêmicos do Salgueiro – Logo enredo de 2008

Exemplo disso foi o desfile do Acadêmicos do Salgueiro no carnaval de 2008, quando apresentou o enredo “O Rio de Janeiro continua sendo…”, da dupla de carnavalescos Renato e Márcia lage, com referência a Copacabana  desde a logo oficial do enredo e depois durante o desfile em alegoria e ala.

Para o carnaval de 2020 a final da escolha da corte do carnaval carioca aconteceu em palco montado na Praia de Copacabana.

No último carnaval da Beija Flor de Nilópolis na Marquês de Sapucaí, Copacabana também foi citada no enredo da escola tendo sido destacada através da figura de Iemanjá, que na virado do ano é muito homenageada e reverenciada nas areias brancas da “Princesinha do Mar”, em uma das alegorias apresentadas pela agremiação nilopolitana.

Beija Flor de Nilópolis – Desfile de 2020 – Alegoria “COPACABANA – FEITO UM POEMA A BEIRA MAR, CANTO PRA TE VER PASSAR” – Fonte: https://www.meiahora.com.br/carnaval/2020/02/5873366-beija-flor-fecha-o-grupo-especial-e-bateria-chama-atencao.html

“Hoje, Copacabana recebe e sente o seu povo… É o lugar onde cada um pode sentir a paz e o clima ideal para viver. É ideal para a terceira idade… É ideal para os esportes graças a sua orla… É ideal para eventos culturais e artísticos… Sua história mostrou que Copacabana pode receber tudo e todos com o mesmo carinho.”(trecho na sinopse apresentada pela Alegria da Zona Sul para o carnaval carioca de 2014)

PARABÉNS COPACABANA…

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui