Pelotas/RS – General Telles vem para comemorar seus 70 anos no carnaval de 2020

0
57

 

A multi campeã do carnaval pelotense, a escola de samba General Telles levará para a passarela do samba em 2020 tema de enredo alusivo aos 70 anos de fundação da escola, comemoração que acontecerá no próximo ano e nada melhor do que se começar pelo carnaval, para iniciar os festejos da escola por esta importante data.

Maior vencedora do carnaval pelotense, a vermelho e branco, campeã do carnaval passado, apresentará o tema de enredo “Se recordar é viver, sou Telles até  morrer”, onde exaltará os grandes desfiles da escola e as grandes personalidades que durante estes muitos anos de história da agremiação, trabalharam para que este sucesso pudesse ser alcançado.

Amanhã, dia três de novembro a escola inicia a escolha de seu samba de enredo para o próximo carnaval, estando a grande final do concurso marcada para o dia 24/11, quando grande festa será realizada em comemoração aos 69 anos da entidade completados na data de oito de novembro.

SINOPSE CARNAVAL 2020 – ESCOLA DE SAMBA GENERAL TELLES

“SE RECORDAR É VIVER, SOU TELLES ATÉ MORRER“

Lembrar e homenagear aqueles que fizeram a história da General Telles  é uma forma de  celebrar a cultura . É um resgate do povo pelotense, que em boa parte, tem raízes carnavalescas!”

E ASSIM COMEÇA O ENREDO DA VERMELHO E BRANCO:

“Deus criou a luz, criou o homem e a mulher. deus criou a beleza e a capacidade de ser feliz e se emocionar. o artista do povo criou o carnaval e com ele uma explosão de cores, formas, ritmos, loucuras, imagens, sensações e sentimentos. uma explosão de esperança que a partir de agora deixa de ser sonho para virar realidade na busca de mais um campeonato!”

 “PIERROT, ARLEQUIM E COLOMBINA: O ETERNO TRIO DE AMOR SÍMBOLO DO CARNAVAL AGORA SE UNEM PELO CORAÇÃO AO MALANDRO DO SAMBA EM PELOTAS!”

Da junção de uma entidade, formada por pessoas simples do povo, com artistas, na maioria das vezes oriundos deste mesmo povo, sem formação acadêmica mas imbuídos de grande espírito criativo surge a escola de samba General Telles,.

Essa jovem senhora, que agora atinge seus 70 anos de atividades carnavalescas, podemos dizer até que atingiu sua “maioridade” ou “melhor idade” no carnaval.

Através deste enredo e desfile declaram-se oficialmente abertas as comemorações das bodas de vinho da vermelho e branco. Precursora no lançamento em nossa cidade, de diversos artistas e também foi a pioneira na utilização de carro abre-alas, comissão de frente, samba e tema de enredo e carro de som.

A TELLES É A 1ª COLOCADA NA CIDADE EM NÚMERO DE TÍTULOS CONQUISTADOS.

O símbolo adotado na fundação da escola foi o malandro em alusão à origem boêmia de alguns dos fundadores que trabalhavam nas casas noturnas da cidade. mais tarde em função do grande apelo popular o símbolo foi trocado pelo coração, que até hoje empolga e emociona seus fiéis torcedores. as cores escolhidas foram o vermelho e o branco.

Passado esse breve relato sobre a formação e origens da escola de samba general Telles desenvolveremos nosso enredo para o carnaval de 2020 da cidade princesa do sul, intitulado sob a ótica de alguns campeonatos e desfiles que marcaram época no carnaval pelotense, procurando mostrar sob uma ótica mais atual, os delírios e fantasias dos diversos carnavalescos, nossas safiras encantadas e valiosas,  que atuaram na Telles.  esse será nosso ponto de partida nessa viagem pelo mundo encantado do samba em vermelho e branco e, como brada nosso grito de guerra “ Telles teu povo te ama”, mostraremos algumas páginas que encantaram nossos torcedores e fizeram aumentar ainda mais essa legião de fiéis e apaixonados seguidores da majestade do samba vermelho e branco, a escola de samba general Telles.

NA DÉCADA DE 60 SURGE O PIONEIRISMO DE JOSÉ DA SILVA PORTELLA”

Depois de duas derrotas nos anos de 1964 e 1965 em que tinha certeza do campeonato, a Telles resolve procurar um novo talento, até então desconhecido nas escolas de samba da cidade, para comandar seu carnaval: José Portella.

                      “ EM VERMELHO, BRANCO E OURO

                        O CORTEJO VAI PASSANDO

                         É MEU PAI XANGÔ E OXUM

                         QUE NO ASTRAL ESTÃO CASANDO”

(TRECHO DO SAMBA DE ENREDO 1982  COMPOSTO POR ORLANDI E LURDINHA)

DÉCADA DE 70, AFIRMAÇÃO E GRANDEZA PELAS MÃOS DE CARLOS ALBERTO DA COSTA

Numa década em que, embora ainda não houvesse muita preocupação na adequação das fantasias ao tema enredo, a Telles deu um grande salto de qualidade ao trazer o novato Carlos Alberto da Costa, que coloca a Telles sempre brigando pelos primeiros lugares. nesta época de desfiles na rua xv de novembro a Telles torna-se uma entidade internacional, pois sua fama carnavalesca atravessa a fronteira e inúmeros são os turistas, principalmente uruguaios, que vem prestigiar seus desfiles e alguns passam a ser componentes.

                   “ NO BARALHO DA SORTE QUERO VER O QUE   VAI DAR

                     SE EU SEREI FELIZ E O AMANHA COMO SERÁ”

( TRECHO DO SAMBA DE 1985 COMPOSTO POR J.J. SOARES, OTÁVIO SOARES E ZÉ DA CUÍCA)

                                                   “ VAMOS CANTAR  AGORA PARABÉNS,

                                                           PARABÉNS AO MEU BRASIL

             MINHA TELLES É XAVANTE

       FAZENDO UM GOLAÇO NO ANO 2000”

(TRECHO DO SAMBA ENREDO DO ANO DE 2000 COMPOSTO POR DÉLCIO MENDES)

 

DÉCADA DE 80: O REQUINTE E PERFECCIONISMO DO MESTRE POMPÍLIO FREITAS

Mais uma vez a Telles foi a responsável pelo surgimento de um grande nome no carnaval: Pompílio  Neves de Freitas. nesta época que o coração, como símbolo, desponta no gosto dos componentes e simpatizantes.

                      “RODA BAIANA RODA,

                       NESTE PALÁCIO MULTICOR

                       RODA BAIANA, RODA

                       E MOSTRA QUE A FORÇA DA VIDA É O AMOR”

( TRECHO DO SAMBA DE 1983 COMPOSTO POR J.J. SOARES E ZÉ DA CUÍCA”

                            “ TAÍ, EU FIZ TUDO PRÁ VOCÊ GOSTAR DE MIM

                              EMBALANDO O SEU CANTO

                              A VERMELHO E BRANCO

                              VEM DIZENDO ASSIM:

                              A ORDEM DO REI É SAMBAR ( É SAMBAR)

                              NESTA ALEGRIA TROPICAL (TROPICAL)

                              EU SOU FELIZ E VOU CANTAR

                              DOMINGO TEM GOL E HOJE É CARNAVAL”

(TRECHO DO SAMBA DE 1984 COMPOSTO POR J.J.SOARES E ZÉ DA CUÍCA)

NA DÉCADA DE 80 A APOSTA EM NOVOS TALENTOS

No carnaval de 1986 a Telles completava 35 anos de atividades ininterruptas no carnaval e marcos desenvolve o tema “ no reino da loucura, o paraíso da luxúria”. como bem cantava o samba, esse tema tão louco, de tudo um pouco, mostrava  os carnavais apresentados pela escola. não teve a sorte do campeonato mas nos deixou de legado um samba tão forte ( que chegou pelo convite feito aos espectadores a quebrar as arquibancadas em dois lugares distintos da passarela durante o desfile) que até hoje é cantado com fervor e devoção pelos tellenses.

                             “ DESCE DA ARQUIBANCADA E VEM

                               COM A GENTE COMEMORAR”

                             “ NO BALANCÊ, NO BALANCÊ;

                               A VERMELHO E BRANCO VAI LEVAR VOCÊ”

( TRECHOS DO SAMBA DE 1987 COMPOSTO POR WAGNER LOPES)

Robespierre, artisticamente apenas Pierre, um jovem apaixonado por carnaval, talvez o mais novo em idade a ter seu talento descoberto pela Telles, começou  como assistente de Portella no carnaval de 1987.

                “ ABRAM ALAS PRÁ MIM

                 VOU PASSAR

                 NA AVENIDA EU QUE SOU O MARAJÁ”

( TRECHO DO SAMBA DE ENREDO DE 1988 COMPOSTO POR VICENTE MARINHEIRO E FIO)

                                  “ RAIOU O SOL

                                    BRILHA A ESPERANÇA

                                    A TELLES BALANÇA O SEU CORAÇÃO”

( TRECHO DO SAMBA DE ENREDO DE 1990 COMPOSTO POR  WAGNER LOPES)

ANOS 2000: UMA PROFUSÃO DE ARTISTAS E CRIADORES DE SONHOS

Passavam-se já 14 anos e a Telles amargava colocações que não eram a primeira. Em 2004 para desenvolver o enredo “ no coração da Telles brilha  a estrela Dicléa” , Fábio Silveira utiliza-se novamente de um elemento de ligação entre as fantasias e alegorias da escola: desta vez uma estrela dentro do coração símbolo. a Telles aparece grandioza, tanto em fantasias, alegorias como em número de  componentes e arrebata por uma diferença de 4 pontos o campeonato daquele anos, que seria o primeiro a formar  seu segundo tri-campeonato.  

                “ GETÊ PACURRI, DEVELOPPÊ

                VEM SACUDIR VOCÊ

                 BAILARINOS A NOITE É SUA

                 VEM ALEGRAR O CARNAVAL DE RUA”

( TRECHO SAMBA ENREDO DE 2004 AUTORIA DE CÁTIA MOURA)

          “ VOA VOA CORAÇÃO, CORAÇÃO

           ALÇA VOÔ AO INFINITO

           ÉS FASCINAÇÃO, A MINHA PAIXÃO

           GENERAL TELLES O MEU SONHO MAIS BONITO”                       

(TRECHO DO SAMBA ENREDO DE 2005 COMPOSTO POR GUIGO, FERNANDO PATÊ E DÚ VIEIRA)

                             “ ESPUMA DE PRATA, BEBER

                               SAMBA DE MULATA, VEM VÊR

                                EM NOITE DE GALA O PARABÉNS PARA VOCÊ

                                EU QUERO OUVIR EM VERMELHO E BRANCO CRESCER”

( TRECHO DO SAMBA ENREDO DE 2006 COMPOSTO POR JOICE DUARTE)                             

            “ NESTE PALCO ILUMINADO

            QUE O POETA EXALTOU

             HISTÓRIAS DE AMOR

            MEU CORAÇÃO VERMELHO E BRANCO

            ME INSPIRA  A CANTAR

            ABRAM AS CORTINAS, O SHOW VAI COMEÇAR”

( TRECHO DO SAMBA ENREDO DE 2010, AUTORIA DE PAULO AMARAL)

Ainda passariam pela Telles a partir do ano 2000 vários carnavalescos que fizeram desfiles memoráveis que ajudaram em muito a resgatar a auto-estima da escola e começar o processo que desencadeariam nos próximos campeonatos.

Em 2019 novamente a Telles é a campeã do concurso oficial com o tema “ façam suas apostas, a sorte foi lançada!”.

VOU VIRAR O JOGO, NESSA AVENIDA

                COM XEQUE MATE DEIXO AS OUTRAS SEM SAÍDA

                ESTOU EM FESTA NO TARÔT VI O AMANHÃ

                A TELLES “GRITANDO’ É CAMPEÃ

(TRECHO DO SAMBA 2019 AUTORIA DE ROBSON CARIOCA)

Afinal, o que falar desta jovem senhora, agora completando suas bodas de vinho de maturidade carnavalesca, jovem na energia, garra  e paixão que espalha aos seus componentes e simpatizantes. Telles , escola do povo, escola da várzea, dos humildes, do tostão que juntado aos poucos torna-se um milhão, seja de sorrisos, aplausos ou afetos, após declararmos nossos parabéns, jovem senhora General Telles só podemos ter certeza de uma coisa :

TELLES, TEU POVO TE AMA”

AUTORIA: FÁBIO DURO DA SILVEIRA

por Sidnei Louro Jorge Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui