Para Lucinha Nobre – Quase 30 anos de carreira não podem ser questionados por menos de 30 minutos de um único desfile

0
2608
Foto: Buda Mendes/Getty Images

Lucinha Nobre e seu parceiro Marlon, se despedem do carnaval 2020 com um dos piores somatórios de notas da apuração. O total de 29.6, com os descartes, não reflete a carreira brilhante da NOBRE bailarina de formação.

Não podemos perdoar invencionices que teimam em fazer neste tradicional quesito. Lucinha que já veio de “pernas de fora” em 1997 e “incendiada” em 2015, novamente foi a “bola da vez” em laboratórios de novidades artísticas. E parece que ela topa qualquer parada, tanto que a própria apostava na ideia. Ai é que mora o perigo, saber o limite entre novidade e dano ao quesito.

Sobre 2020, o fator desequilíbrio em uma das cabines, foi inevitável e pontual, não entraremos neste mérito. Era sabido que ali ficaram alguns décimos.

Como explicar punições em outras cabines? Simples, primeiro é preciso explicar que no quesito em questão, a fantasia também é avaliada. A ideia colocar uma barriga falsa na fantasia para representar um índia gravida, pode ter comprometido a estética da indumentaria. A encenação do parto inserida na apresentação para os julgadores, acabou por ficar como mais uma invenção gratuita no quesito.

Passada a leitura das notas, ataques gratuitos e infundados, por parte de alguns que só aparecem nestas horas, surgiram aos montes nas redes sociais da vida. Esqueceram as boas notas de outros anos? Não se desaprende a fazer aquilo, onde você é uma das referencias, em um ano.

Recado para os que atacam nossa Nobre Lucinha: Respeitem este nome, respeitem seus quase 30 anos de carreira, respeitem seus títulos, respeitem seus cinco estandartes de ouro, respeitem o trabalho que envolve um parceiro e outros profissionais. Principalmente, respeitem os 40 pontos garantidos no ano passado. Só erra quem tenta, respeitem a moça!

Recado para Luciana Nobre: Não, não aceite invenções nunca, e não se coloque como ferramenta de idéias para quem insiste mexer no quesito que é um dos sobreviventes em meio a farra na destruição de tradições. Dance e apenas dance, isso sabemos que você faz com propriedade de ser dona seu estilo. O seu Nobre Estilo de dança, que hoje embala o pavilhão que já foi de Vilma Nascimento e Dodô da Portela, nomes tão lendários quanto o seu.

Por Waldir Tavares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui