MAURO DUARTE

0
43

O compositor de “Brasil Mestiço”, “Serrinha”, “Menino Deus”, “Meu sapato já furou”, “Tributo aos orixás”, “Perdão”, “Portela na avenida”, “Canto das três raças” e “Lama”, mudou-se aos 3 anos com a família para Botafogo, onde desde cedo frequentou blocos carnavalescos como como compositor e ritmista. Pertenceu à Ala de compositores do bloco Mocidade Alegre de Botafogo e conheceu Walter Alfaiate e outros compositores do bairro. Integrou também as alas de compositores do Império Serrano, da Portela e da Tradição.

Nos anos 60 participou do grupo de samba Os autênticos, com Noca da Portela, Adelcio Carvalho, Eli Campos e Walter Alfaiate, e substituindo Paulinho da Viola, passou a integrar o conjunto Os Cinco Crioulos, ao lado de Elton Medeiros , Anescazinho do Salgueiro, Nelson Sargento e Jair do Cavaquinho. Sua maior interprete foi Clara Nunes.

Como autor, participou dos filmes Corações de Ouro e o Homem Nu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui