IMPERATRIZ 1991  O QUE É QUE A BANANA TEM?

0
222

O QUE É QUE A BANANA TEM?

Após romper com Joãozinho Trinta em uma das parcerias mais promissoras do carnaval, Viriato Ferreira era uma grande novidade de 1991 como carnavalesco na Imperatriz Leopoldinense.

O enredo contava a história da banana e o samba era dos mais tocados nas rádios da época.

A Imperatriz Leopoldinense se apresentou de forma vibrante e arrebatadora em todos os quesitos, candidatando-se ao título de cara.

Plasticamente, o conceito do trabalho de Viriato foi brilhante, com a história da banana sendo contada desde o surgimento, de forma clara e criativa.

Os figurinos e alegorias pendiam para o verde, o dourado e o branco, e nos quesitos de pista a escola não deixou por menos.
Como já era tradição, a bateria passou muito bem.

E o samba, que rendeu excepcionalmente bem, tinha Preto Jóia, Tuninho Professor, Niltinho Tristeza, Guga, Guará da Empresa e Flavinho, como compositores.
Preto Jóia assumia definitivamente a condição de primeiro intérprete da escola, onde iria permanecer por mais oito anos.

Também chamou muito a atenção do público a então jovem modelo Melissa Benson (hoje evangélica) que veio praticamente nua tomando banho numa alegoria.

Na apuração, inexplicávelvente perderia pontos em quase todos os quesitos, somente gabaritado em harmonia, comissão de frente e mestre sala/porta bandeira.
A escola ficaria na terceira posição, ficando atrás do Salgueiro e campeã Mocidade.

Este seria o último carnaval de Viriato Ferreira, que morreria em 1992 deixando um grande legado para o carnaval. Mas será uma outra história a ser contada por aqui.

Por Waldir Tavares

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui