ES – Escolas de Samba Capixabas seguem confiantes e trabalhando para 2021

0
405
Carnaval 2020 - MUG

Evento que movimenta o início de todos os anos no Espírito Santo, sobretudo no setor econômico, o desfile das escolas de samba segue sua programação normal para 2021, pelo menos para as agremiações. Porém, a prefeitura de Vitória mantém o foco na contenção da pandemia do novo coronavírus e ainda não colocou o assunto em pauta. Caso a situação da pandemia do novo coronavírus esteja controlada no Estado até a data prevista para realização do Carnaval capixaba, em fevereiro de 2021, o evento deve acontecer com limitação de pessoas, inclusive, por alas.

A Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial (Liesge) informou que todas as escolas trabalham normalmente seguindo o calendário de desfiles que, inicialmente, estão marcados de 4 a 6 de fevereiro de 2021.

Estamos fazendo trabalho normal para 2021. Não temos ainda um protocolo de saúde, mas são estratégias e sugestões que já estamos pensando. Definir um número máximo de pessoas na arquibancada, outro número específico de camarotes. Além disso, todas as escolas estão fazendo um trabalho social distribuindo cestas básicas, marmitex, abrindo para população de rua se banhar, como é o caso da Imperatriz do Forte que utiliza o Mercado São João para isso. Porém, está muito cedo para dizer se vai ter ou não, estamos torcendo e trabalhando para ter o carnaval”, disse o presidente da Liesge, Edvaldo Teixeira.

Desfile da Escola de Samba MUG no Carnaval 2018

Além disso, reuniões remotas são feitas semanalmente com representante das escolas. A expectativa é que o assunto seja discutido com o poder público em outubro.

Em nota, a prefeitura da capital Capixaba, responsável por organizar o evento, comunicou que no atual cenário, trabalhos e esforços estão voltados para a pandemia do novo coronavírus.

“A Prefeitura de Vitória informa que no presente momento todos os esforços do município estão voltados para o combate à pandemia do novo coronavírus e para o apoio à população. A Prefeitura informa, ainda, que planos posteriores serão estabelecidos em comitês específicos criados para tratar da recuperação dos setores afetados pela Covid-19”, diz a nota.

Rio de Janeiro

No Rio, a  prefeitura agora anunciou a segunda etapa das reformas do sambódromo, com editais de licitação ainda em julho e orçamento garantido por 8 milhões de reais do Ministério do Turismo. O trabalho pela frente inclui plano de emergência contra incêndio e pânico, além da instalação de hidrantes, e deve ser concluído neste ano. Pela primeira vez desde a abertura, em 1984, o Sambódromo, terá um Certificado de Autorização do Corpo de Bombeiros. Só vai faltar resolver como será o Carnaval de 2021, já que a maioria das agremiações informou que só vai desfilar quando houver uma vacina para a Covid-19.

São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui