Carnavalesco Wagner Gonçalves vai brilhar no primeiro Desfile de Carnaval de Nova York em 2020

0
27

O brasileiro irá desenvolver o enredo ‘Basquiat 60 anos…’, tema da estreia do ‘Desfile de Carnaval Brasileiro em NYC’, que acontecerá em junho do ano que vem. No próximo dia 20, ele e a porta-bandeira Selminha Sorriso participarão de uma viagem de reconhecimento de terreno e irão se se reunir com autoridades locais e lideranças da comunidade brasileira na Big Apple

Enquanto o Rio de Janeiro segue no imbróglio com a Prefeitura sobre o carnaval, Nova York (EUA) terá o seu primeiro desfile de carnaval autenticamente brasileiro em 2020, aos moldes da festa carioca. E quem vai levar o brilho da nossa Sapucaí para a Big Apple é o experiente carnavalesco Wagner Gonçalves. Ele irá desenvolver o enredo “Basquiat 60 anos (todo menino é um rei) – Sonhos de reconhecimento, justiça e desenvolvimento”, criado por Hélio Rainho, colunista da SRZD, e Carlos D’Oliveira, presidente e diretor artístico da organização sem fins lucrativos Brazilian Council on Samba,Inc (Conselho Brasileiro do Samba). O desfile será realizado no dia 20 de junho do ano que vem. O evento faz parte do projeto Carnaval do Povo Project (People’s Carnival Project), organizado e produzido pela Brazilian Council on Samba apoiadores.

No dia 20 de setembro, Wagner, ao lado da porta-bandeira Selminha Sorriso, embarca para a Ilha de Manhattan para participar do lançamento oficial do evento.

Essa é a primeira vez que Wagner leva o seu trabalho para os Estados Unidos e ele está muito empolgado com a sua nova jornada nos States. “Eu estou mega feliz com o convite e cheio de energia para trabalhar. Eu me sinto privilegiado de apresentar o meu primeiro trabalho em Nova York, que é a capital cultural do mundo. Vou mostrar o glamour, a alegria e a ginga do nosso povo brasileiro. E o tema é incrível, muitas ideias já estão pipocando na minha cabeça. Será um desafio delicioso “, diz Wagner, que completa: “O tema corrobora com as premissas da Década Internacional das Pessoas de Descendência Africana. Basquiat ser escolhido como símbolo é uma maneira de celebração à vida de um americano filho de imigrantes caribenhos de origem africana ”.

O artista nova-iorquino Jean-Michel Basquiat morreu prematuramente aos 27 anos, e, em 2020, se estivesse vivo, completaria 60 anos.

O “Carnaval do Povo” em Nova York, com a presença de Wagner Gonçalves, acontecerá no dia 20 de junho. Além do desfile, que é a grande cereja do bolo, também acontecerão workshops, exposições e o show previsto de Martinho da Vila.

Um pouco da carreira de Wagner no carnaval

Em 1994, o artista começou a trilhar a sua carreira no universo do carnaval como aderecista do saudoso Joãozinho Trinta, na Viradouro. A partir daí sua trajetória é marcada por excelentes desempenhos em diversas escolas, por trabalho no exterior e por prêmios. Entre os destaques está a sua passagem pela Estação Primeira da Mangueira, uma das maiores potências do carnaval brasileiro.

Sua experiência o levou à Renascer de Jacarepaguá e, posteriormente, à Mocidade. Passou pela Inocentes de Belford Roxo, Cubango (onde desenvolveu um enredo sobre Mercedes Baptista, a primeira bailarina negra do Teatro Municipal) e Porto da Pedra .
Em 2011, fez sua história na Mangueira como um dos carnavalescos. Sob o enredo “O Filho Fiel sempre Mangueira”, homenagem a Nelson Cavaquinho. E não parou por aí. Em 2012, ele retornou como carnavalesco da Inocentes e foi campeão do grupo A, estando novamente no Especial, com a Caçulinha da Baixada.

Em 2012/2013, assinou a direção de arte, a cenografia e o figurino do espetáculo “In the place”, no 25º Festival Interkulturelle, na Alemanha. E foi o curador da instalação “70 anos Beija-Flor de sambas, enredos, memórias e comunidades”, em 2018/2019.

Prêmios:
– 2007, pela Inocentes: Sambanet, como Melhor Conjunto de Fantasias e Conjunto Alegórico; e Parangolé, como Melhor Alegoria;
– 2010, pela Renascer: Sambanet, como Melhor Enredo e Conjunto de Fantasias;
– 2012, pela Inocentes: Campeão do Grupo de Acesso; Sambanet, como Melhor Conjunto de Fantasias e Conjunto de Alegorias; e Plumas e Paetês, como Melhor Desenhistas da Série A;
– 2014, pela Inocentes: Plumas e Paetês, como Melhor Pesquisador.

Por Redação
Fotos Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui