Após quinze anos ausente do grupo especial do carnaval de São Paulo, em 2020 retorna à elite do carnaval paulistano a Barroca Zona Sul, que apresentará o tema de enredo “Benguela… A Barroca clama a ti, Tereza”

0
311

Após quinze anos ausente do grupo especial do carnaval de São Paulo, em 2020 retorna à elite do carnaval paulistano a Barroca Zona Sul, que apresentará o tema de enredo “Benguela… A Barroca clama a ti, Tereza”, prometendo apresenta na passarela do Anhembi a história de Tereza de Benguela, uma mulher negra, líder quilombola que viveu durante o século XVIII.

A trajetória de Tereza de Benguela já foi enredo no carnaval do Rio de Janeiro, numa passagem do carnavalesco Joãozinho Trinta pela Unidos do Viradouro no ano de 1994.

Dessa vez o enredo da Barroca Zona Sul é de autoria de Marcão, Diretor de Carnaval da escola e Thiago Morganti, membro da comissão artística.

O samba que vai ilustrar o desfile da Barroca é de autoria de Sukata, Morganti, Jairo Roizen, André Valêncio, Tubino Meiners, Pixulé, Marcos Thiago, Acerola de Angola e Emerson Franco (In memoriam) e esta obra foi apresentada à comunidade da escola em festa na quadra na noite de ontem.

LETRA DO SAMBA:
Axé, Tereza!
Divina alteza, meu tambor foi te chamar
Sua luz nessa avenida
Me incorpora a chama yabá
Da magia irmanada por Odé
Não sucumbe a fé
Traz a luta de Angola
E a corrente arrastou pro sofrimento
Um sentimento, valentia quilombola
Reluz o ouro que brota em seu chão
Desperta a missão
Mas há de raiar o dia
No Guaporé ser voz de preservação
Em plena floresta “Auê! Auê!”
Resistência na aldeia Quariterê (bis)
Da mata sou mestiço guardião
O meu grito de guerra é por libertação
O nosso canto
Não é apenas um lamento
A coragem vem da alma
De quem ergueu o parlamento
Do castigo na senzala à miséria da favela
O povo não se cala Oh,
Tereza de Benguela
Vem plantar a paz
Por essa terra
A emoção que se liberta
E a pele negra
Faz a gente refletir
Nossa força, nossa luta
De tantas Terezas por aí
No caminho do amanhã, Obatalá
É a luz que vem do céu, clareia! (bis)
Vem de Benguela o clamor de liberdade Barroca pede tolerância e igualdade

A escola vai abrir os desfiles de São Paulo, na sexta-feira, 21 de fevereiro.

por Sidnei Louro Jorge Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui