RJ – TAMANHO DO ESPETÁCULO AMEAÇADO

0
18

Liesa confirma que quer reduzir tempo dos desfiles das escolas de samba. Presidente da Liga, Jorge Castanheira defende formato mais atual para Carnaval 2020

Após retirar todo o subsídio do Grupo Especial e da Série A do Carnaval, o prefeito Marcelo Crivella anunciou nessa segunda-feira que vai triplicar o valor de R$ 1 milhão para R$ 3 milhões para o desfile da Intendente Magalhães em 2020. No meio dessa crise financeira, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa), organizadora das agremiações de elite do samba, pretende reduzir o tempo das apresentações.

“É uma sugestão da Liga para um formato mais atual. Ouvi empresários de eventos e a TV Globo também entende a necessidade de um tempo menor. Esse é um trabalho de readaptação para que não seja um espetáculo muito longo”, explicou Jorge Castanheira, presidente da Liesa. Ele preferiu, entretanto, não divulgar a duração sugerida. “Será debatido na quarta-feira, em uma reunião com todos os presidentes das escolas de samba”.

No último sábado, Laíla também já tinha reprovado a redução do número de componentes. “Seria a extinção do Carnaval, pois as pessoas precisam ter o direito de brincar”, pontuou. “Ao longo do tempo, o formato é modernizado. Antigamente, desfilavam 6 mil componentes, hoje já são de 3.500 a 3.600 componentes.

Segundo o presidente da Liga, o prazo para o Carnaval 2020 está cada vez mais apertado. “Esse processo vem se arrastando. Precisamos o mais rápido possível de uma definição de quem ficará responsável pelo Sambódromo, pelos contratos das agremiações através da Liga, para saber qual formato vamos tocar. Até agora não temos nada estabelecido e o Carnaval do ano que vem é mais cedo do que foi este ano”, disse. “Nem mesmo recebemos o anúncio oficial da retirada dos subsídios municipais, soubemos pela imprensa e foi uma surpresa”, acrescentou.

Por Waldir Tavares
Fonte o DIA / Fotos Wigder Frota

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui