MONIQUE EVANS

0
338

“Não quero ouvir nem um tamborim perto de mim”

Foi assim que Monique Evans se despediu do Carnaval após divergências com a direção da Mocidade independente.

A declaração acima foi dada ao jornal Extra em 2016.

Qualquer amante do carnaval com seus quase 40 anos, assim como eu possui na lembranca quase mágica, de ver a aparição de Monique na tela da TV em plena Sapucaí.

Quando saiu à frente dos ritmistas da Mocidade em 1984, Monique Evans tinha o cargo extra oficial de madrinha de bateria.
Em inúmeras entrevistas ela conta que não sabia o samba nem o enredo (Mamãe eu quero Manaus, de Fernando Pinto), muito menos havia experimentado a fantasia que usaria no desfile antes de chegar na avenida.

No ano seguinte (1985), Monique Evans foi a primeira mulher a desfilar sem sutiã. O episódio aconteceu porque uma estrela de strass da fantasia quebrou e ela substituiu por uma pintura.

Ficou na Mocidade até 1987, indo desfilar grávida na São Clemente em 1988.

A Titia após vencer com a Mocidade em 85, se mostrou pé quente e junto com a Estácio de Sá foi campeã em 1992 no histórico enredo “A Paulicéia Desvairada”. No desfile das campeãs fez uma performance com Ayrton Senna no que seria a última aparição do ídolo na avenida.

Em 94 causou (totalmente careca) na Ilha vindo sozinha em uma estrela cadente. E no ano seguinte ousou ser porta estandarte de seios a mostra no antropofágico enredo de Chico Spinoza.

A primeira despedida se deu em 1997, vestida com uma linda fantasia de sereia. A então rainha da bateria da Grande Rio de despedia do carnaval com a justificativa de que já havia feito a sua história e dali em diante vieram as cópias e isto a deixava irritada.

Mesmo longe dos ritmistas, Monique não abandonou o Carnaval. Ela continuou desfilando como destaque de carro alegórico e depois sempre era vista em algum camarote.

Em 2014 a Mocidade em busca de um resgate e aproximação dos seus grandes nomes, trouxe a musa de volta.
Porém como se inicia a matéria, as coisas não deram muito certo.
Monique acusou a escola de não cumprir os acordos pré carnavalescos e se afastou em definitivo do carnaval.

Hoje nossa homenagem a ela que vive em paz com sua namorada, a DJ Cacá Monteiro e atual momento prefere viver longe dos holofotes.

Mas nunca subestime a “titia” Monique porque daqui a pouco ela apronta uma nova no dentro do carnaval!

Por Waldir Tavares

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui